Handebol: regras, fundamentos e história

Quer saber tudo sobre handebol, regras, fundamentos e história? Então este artigo foi feito para você. Além de falar sobre os assuntos mencionados anteriormente, o texto também vai falar do esporte no Brasil.  

Quer saber quem criou o handebol? Quantos jogadores? Quadra ? E muito mais, confira então sobre o que vamos falar:

No final a ideia é que você saiba tudo sobre o esporte seja para praticar ou assistir jogos e partidas. No Brasil é um esporte até que popular, principalmente por conta do seu número de praticantes. A vertente praticada na praia também tem muitos adeptos por aqui. 

Vale lembrar que é um esporte que está em nosso currículo escolar, ou seja, todos devemos ter um contato em algum momento de nossas vidas. É comum também a prática em clubes recreativos, bem como times e campeonatos sejam profissionais, universitários, escolares, etc.

Nos últimos 15 anos o esporte no Brasil está em franca ascensão em sua popularidade e desempenho esportivo do país. Além de contar com a presença de brasileiros nas maiores ligas e entre os melhores do mundo. A seleção brasileira vem tendo resultados expressivos, sendo que a feminina foi campeã mundial em 2013. 

Handebol história

A história do handebol pode ser um tanto curiosa para alguns, o esporte surgiu a partir de um jogo para deficientes. Isso mesmo, um professor de educação física e um grupo de amigos adaptou o torball, esporte para deficientes visuais. Vamos descobrir um pouco mais sobre a origem do handebol. 

Quem criou o handebol? 

Quem criou o handebol foi  Karl Schelenz, um professor de educação física alemão, em 1919. Embora existam indícios que mostrem a prática de esportes similares antes desta data, este é considerado o pai do esporte e ano do surgimento. 

Onde surgiu o handebol? 

Surgiu em Berlim, durante a primeira guerra mundial. Diferente de hoje em dia, ele era praticado ao ar livre, em gramados. Os espaços eram menores inclusive, do que as quadras fechadas de 40×20 de hoje em dia. Dizem que a prática mudou para ambientes fechados por conta das baixas temperaturas em alguns locais em determinado momento do ano. 

Outra curiosidade é que antes de ser incluído nas Olimpíadas, em 1936, em Berlim, o esporte era praticado quase somente por mulheres. Isso explica a força do handebol feminino até os dias de hoje. Só após a inclusão nos jogos olímpicos que o esporte se popularizou entre os homens.

Dando continuidade ao nosso artigo, agora que falamos da história, é hora de falar das regras do jogo e seus fundamentos.

Handebol regras e fundamentos

Para entender o handebol, regras e fundamentos, vamos primeiro entender o dinamismo e conceito do jogo. 

O que é handebol?

O handebol é um esporte coletivo, praticado por duas equipes e jogado com a mão. Onde durante um período de tempo esses dois times devem trocar passes e marcar gols no adversário. São dois tempos de 30 minutos, com um intervalo de 10 minutos entre ele.

Handebol ou Handball?

O correto no Brasil, na língua portuguesa é Handebol. Sendo que Handball é o nome do esporte em inglês. Cujo significado remete a forma como o jogo é praticado, com as mãos. 

Quadra de Handebol

Hoje em dia a quadra tem 20 metros de largura e 40 metros de comprimento, sendo dividida em duas metades. A área do goleiro tem 6 metros. Comumente no Brasil são usadas quadras de futebol de salão na prática do esporte. 

Bola

Bola de Handebol

A bola é de couro e mede entre 58 e 60 cm no caso dos homens e 54 a 56 cm no caso das mulheres. Sendo que o peso varia entre 425g e 475g no primeiro caso e 325g a 400g no segundo. 

Com uma quadra, traves, gol  e a bola você tem tudo que precisa para praticar o esporte. Sendo que os outros equipamentos usados são os uniformes, mas nada que vá além de camisas e calções. 

Handebol quantos jogadores?

No handebol são 7 jogadores de cada lado, seis de linha e um no gol. As substituições são ilimitadas. As posições dos jogadores são: 

  • goleiro: Assim como no futebol e tantos outros esportes, o objetivo do goleiro é defender sua meta e evitar gols dos adversários
  • pontas: são os jogadores que atuam nas extremidades da quadra, costumam ser mais velozes para fazer a rápida transição entre defesa e ataque
  • meias: jogam do meio para ponta, tem bastante importância na defesa dos times
  • armador central: quem pensa e distribuiu o jogo, é por quem a bola mais passa, na maioria dos jogos
  • pivô: jogam infiltrados na defesa adversário com o intuito de criar espaço, costumam ser jogadores mais fortes e explosivos, justamente para conseguir este espaço. 

 Entre as principais regras do jogo, que é um esporte de contato, está a dos 3 segundo, tempo máximo que um jogador pode permanecer com a bola em suas mãos. Sendo que o atleta pode dar três passos no máximo, sem quicar, ou antes de passar ou arremessar. 

Também não vale segurar o braço ou pulso do adversário, bem como qualquer parte do corpo. Impedir a projeção do jogador, evitar o arremesso, agressão, não são permitidas.A projeção de um jogador pode ser impedida com o tronco. Para roubar a bola deve-se usar a mão espalmada, em caso contrário poderá ser marcada falta.  As punições para falta no esporte são:

  • cartão amarelo : assim como em outros esportes é uma advertência prévia para alguma infração
  • dois minutos: em caso de falta graves ou segundo amarelo o jogador pode ser punido com a exclusão da partida por 2 minutos corridos no cronômetro. Equivalente também ao segundo amarelo
  • cartão vermelho: em faltas gravíssimas ou no caso do terceiro amarelo, após os 2 minutos, tem o cartão vermelho no handebol. 

Sendo que o local onde a infração ocorreu e sua gravidade definem se é uma falta de 7 metros, o chamado tiro livre, pênalti do jogo. Se  é uma cobrança de 9 metros, neste caso tem barreira. Ou ainda apenas uma reposição e posse de bola da equipe. 

Vale destacar ainda entre as regras do handebol: 

  • empate: não existe empate no esporte, são cobrados tiros livres dos 7 metros, algo como pênaltis no futebol. Sendo que 7 metros são a distância da marca até o gol. Essa é a penalidade para muitas faltas, principalmente as que impedem o arremesso para o gol. 
  • área do goleiro: ao contrário de outros esportes, no handebol é proibido invadir o espaço do arqueiro adversário. Sendo que até um gol pode ser anulado em caso de invasão. A mesma fica caracterizada quando um adversário pisa com qualquer parte do seu pé na área, antes de tocar ou arremessar a bola. Se a invasão for aérea ou posterior ao passe ou arremesso é válida. 
  • Pés: Só o goleiro pode usar os pés no jogo, se algum outro jogador usar, será marcada uma falta. 

Árbitros no handebol

O esporte conta com dois árbitros com poderes iguais para decisão, comumente cada um atua em uma metade da quadra. Além disso, existe um cronometrista, e um secretário do jogo. Sendo que o cronometrista é o responsável pelo tempo e o secretário para garantir todas as condições necessárias. Existe um cronometrista, pois é um jogo pausado, quando sai a bola, tempos dos técnicos, faltas, etc. 

Fundamentos do handebol

Depois de entender as principais regras do handebol, vamos dar continuidade e falar dos fundamentos do esporte. Entre os principais pontos que um atleta de handebol deve treinar estão: 

  • passe e recepção
  • posicionamento
  • condução e quique de bola
  • arremesso
  • bloqueio 
  • marcação
  • drible/finta

Existe também outro fundamento a ser destacado, a empunhadura, que é a forma como um jogador deve segurar a bola. 

Handebol de praia (beach handebol)

O Handebol de praia, de areia, ou beach handebol, como preferir, é uma vertente do esporte. Embora às regras sejam praticamente as mesmas, vale ressaltar alguns pontos diferentes entre as modalidades, tais como:

  • quadra menor: na areia a área de jogo é menor, mede 27x12m
  • menos jogadores: na areia são 4 jogadores, 1 goleiro e 3 de linha
  • tempo de jogo: na praia são dois tempos de 10 minutos, com 5 de intervalo entre eles

A Bola também é diferente e adaptada para a prática na areia. Estas são as principais diferenças entre as modalidades. Como dito anteriormente, a vertente na praia, na areia, faz muito sucesso, inclusive tem campeonatos, aqui em nosso país. 

Prova deste sucesso é que o Brasil ocupa a primeira colocação no ranking entre países da federação internacional. Tanto no masculino, quanto no feminino. 

Handebol no Brasil

O handebol no Brasil surgiu no início da década de 1930, sendo imigrantes alemães os responsáveis por trazer o esporte. O curioso é que durante quase 30 anos, ou até a década de 1960, o esporte ficou praticamente restrito a São Paulo. 

O que mudou esse quadro foi um francês, o professor Augusto Listello,  que apresentou o handebol a profissionais de educação física em um congresso. A partir daí o número de adeptos e participantes só aumentou. Sendo que em 1971 o esporte foi incluído no currículo escolar e em competições escolares e universitárias. Disseminando-se assim por todo o país. 

Em 1973 foi realizado o primeiro campeonato de handebol juvenil no Brasil, em 1974 foi a vez da primeira disputa entre adultos. O curioso é que a Confederação Brasileira de Handebol surgiu apenas em 1979, um ano após teve o primeiro brasileiro de handebol em São Paulo, sede da entidade. São Paulo, aliás, tem sua federação de handebol desde 1945. Para saber mais detalhes sobre essa história e o handebol no Brasil, acesse o site da federação paulista.

A Olimpíadas de Barcelona, 1992, foi a primeira com a participação da Seleção Brasileira de Handebol, no caso a masculina. Sendo que a feminina marcou seu debute nos jogos em Atlanta em 1996. Uma curiosidade sobre as duas estreias é que ambas só ocorreram pois o Brasil herdou a vaga de Cuba, nos dois casos. A primeira classificação direta veio somente em 1999, quando as meninas ganharam o Pan-Americano e vaga em Sydney, 2000. 

Mesmo tendo estreado após os homens em Olimpíadas, o feito mais importante, notável do Brasil no Handebol é feminino. Após se firmar no cenário mundial com um sexto lugar em Londres 2012, a seleção feminina foi campeã mundial em 2013. 

Handebol feminino

Aproveitando o sucesso da seleção feminina do Brasil, vamos falar um pouco do handebol feminino. Ao contrário de muitos esportes que demoram para ganhar sua versão para mulheres, o handebol já nasceu assim. Desde o princípio o esporte é praticado por homens e mulheres. Sendo que na Alemanha, em seu surgimento, era inclusive praticado mais por elas do que por eles. Este fator, já explicitado anteriormente, contribui e muito para o sucesso da modalidade feminina. 

Atualmente a seleção brasileira de handebol feminino ocupa o 16° lugar no ranking federação internacional. Sendo que em 2019 o time garantiu seu sexto campeonato Pan-Americano seguido. 

Mesmo com o sucesso do handebol feminino no país e todo espaço do esporte no Brasil, a modalidade ainda é menos praticada que futebol, vôlei e basquete. Sendo sua prática ainda muito comum e forte nos campeonatos escolares e universitários, mesmo que exista o campeonato de adultos. Para mais informações sobre o handebol no Brasil e seus campeonatos, confira o site da Confederação Brasileira.

Este foi o artigo do primeiro treino sobre Handebol, regras, fundamentos e história. Espero que você tenha gostado e claro aprendido sobre o esporte, sua origem, equipamentos, como jogar. Não se esquece de curtir, comentar e indicar para os amigos. Se ficou alguma dúvida manda para gente. 

Para mais artigos sobre esportes, treinamento, alimentação, veja outros textos do primeiro treino. Logo abaixo vou colocar duas sugestões de leitura. 

Beisebol como se joga? Regras e histórias

História do basquete, NBA, regras, aprenda tudo em 5 passos

Compartilhar é se importar!

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo